Blog

Um pouco sobre beacons e suas variadas formas de utilização

No post de hoje vamos falar sobre beacons e suas várias formas de utilização.

Mas, você já ouviu esse termo? Sabe o que é um Beacon? Vamos lá…

Beacon é um pequeno dispositivo que emite sinais de ondas de rádio através da tecnologia BLE (Bluetooth Low Energy) ou como também é conhecido, Bluetooth 4.0. Ou seja, são dispositivos de geolocalização que permitem que objetos como smartphone, por exemplo, sejam localizados com alta precisão em um raio relativamente grande, uma vez que esta tecnologia, além de consumir menos energia, também possui maior alcance e penetração em meios físicos, como paredes e demais estruturas. Com promessa de revolucionar o mercado e criar novas possibilidade em IoT – Internet Of Thing, os beacons permitem uma interação rápida e criativa com potenciais clientes e também possui diversas formas de aplicação que facilitam a vida das pessoas e empresas.

Apresentam custo acessível e podem ser facilmente instalados em paredes, produtos ou vitrines. Após sua instalação, eles emitem sinais que podem ser captados por smartphones, podendo guardar a informação que a conexão ocorreu ou efetuando uma ação, que vão de simples a complexas, como o envio de notificações com promoções ou até mesmo efetuar pagamentos pelo aparelho. Mas, o beacon não faz isso automaticamente, sendo necessário que o bluetooth do cliente esteja ligado ou que um app específico esteja instalado no smartphone.

Umas das formas mais utilizadas é para aumentar a interação entre cliente e marcas, mas o campo de aplicação é muito maior. Essa tecnologia permite inúmeras possibilidades com o objetivo de transmitir informações relevantes em tempo real.

Vamos para as principais formas de aplicação:

– Indústria: Avisos sobre a necessidade de manutenção de determinada máquina ou equipamento;

– Hotéis: oferecimento de jornais digitais para os clientes;

– Varejo: Envio de informações customizadas para os clientes, além de notificações, promoções e lançamentos;

– Educação: Medidor de frequência de alunos, permitindo identificar sua presença e tempo de permanência dentro das salas de aula;

– Turismo: Indicação e localização de passeios, informações de pontos turísticos, informações de obras expostas em museus de arte, etc;

– Entretenimento: Informações sobre eventos e filmes que estão em cartaz nos cinemas;

– Saúde: Instalação de beacon nos quartos hospitalares e substituição do tradicional prontuário médico que é feito no papel, desta forma todas as informações do paciente podem ser visualizadas no smartphone do médico toda vez que ele entra no quarto;

– Pontos de ônibus: Informações de horários e trajetos dos ônibus;

– Networking: Proporcionam informações relevantes sobre as conferências e palestras de um determinado evento e compartilhamento de cartões de visita;

– Aeroportos: Sistema de navegação interno para passageiros.

E tem muito mais vindo por aí… já está em estudo a utilização de beacons para fazer a sua casa ser muito melhor. Estamos falando de casas inteligentes… fechar portas, apagar as luzes e até mesmo o ajuste de temperatura.

Nenhum comentário

Postar comentário

16 − 3 =